CMMI Institute Partner

Avaliação Oficial CMMI DEV

A ProMove é CMMI Institute Partner. Estamos habilitados a conduzir serviços de diagnóstico e avaliação informal dos processos (SCAMPI B&C) e avaliações oficiais (SCAMPI A) exigidas pela maioria dos contratantes de desenvolvimento de software no Brasil e no exterior.

Partner Profile
CMMI Institute Partner

Implantação integrada do CMMI-DEV com o CMMI-SVC.

Desenvolvendo software como serviço

O que é CMMI?

CMMI significa Capability Maturity Model® Integration

É um de 3 modelos de melhores práticas para serem usadas como referência na melhoria de processos em:

  • Desenvolvimento de produtos e serviços - CMMI-DEV CMMI for Development
  • Fornecimento de serviços - CMMI-SVC: CMMI for Services)
  • Aquisição de produtos e serviços - CMMI-ACQ CMMI for Acquisition)

Os modelos são mantido pelo CMMI Institute localizado nos EUA. http://cmmiinstitute.com/

Criado a pedido do Departamento de Defesa dos EUA para ajudar na seleção de fornecedores de software, tornou-se um padrão internacional para benchmarking de empresas. No Brasil, existem 86 empresas avaliadas no CMMI-DEV e 18 no CMMI-SVC (consulta feita em janeiro/2016).

Como usar o CMMI?

Os modelos CMMI dividem as práticas em áreas de processo organizadas em 5 níveis. Os níveis servem como um roadmap para melhoria contínua.

São 22 áreas de processo no CMMI-DEV, 24 áreas de processo no CMMI-SVC e 22 áreas de processo no CMMI-ACQ.

O CMMI-DEV e CMMI-SVC podem ser usados por empresas prestadoras de serviços de desenvolvimento de software e sistemas.

O CMMI-ACQ pode ser usado por empresas que contratam serviços de desenvolvimento de software e sistemas.

  • Nível 5

    Em Otimização
  • Nível 4

    Gerenciado Quantitativamente
  • Nível 3

    Definido
  • Nível 2

    Gerenciado
  • Nível 1

    Inicial. Não tem práticas, nem áreas de processo

RoadMap de Implantação Integrada do CMMI-DEV e CMMI-SVC

Nível Áreas de processo comum do CMMI-DEV e CMMI-SVC Áreas de processo do CMMI-DEV Áreas de processo do CMMI-SVC
5
  • Causal Analysis and Resolution (CAR)
  • Organizational Performance Management (OPM)
- -
4
  • Organizational Process Performance (OPP)
  • Quantitative Project/Work Management (QPM/QWM)
- -
3
  • Decision Analysis and Resolution (DAR)
  • Integrated Project/Work Management (IPM/IWM)
  • Organizational Process Definition (OPD)
  • Organizational Process Focus (OPF)
  • Organizational Training (OT)
  • Risk Management (RSKM)
  • Product Integration (PI)
  • Requirements Development (RD)
  • Technical Solution (TS)
  • Validation (VAL)
  • Verification (VER)
  • Capacity and Availability Management (CAM)
  • Incident Resolution and Prevention (IRP)
  • Service Continuity (SCON)
  • Service System Development (SSD)
  • Service System Transition (SST)
  • Strategic Service Management (STSM)
2
  • Configuration Management (CM)
  • Measurement and Analysis (MA)
  • Project/Work Monitoring and Control (PMC/WMC)
  • Project/Work Planning (PP/WP)
  • Process and Product Quality Assurance (PPQA)
  • Requirements Management (REQM)
  • Supplier Agreement Management (SAM)
-
  • Service Delivery (SD)

Solução de Implantação Integrada do CMMI-DEV e CMMI-SVC

Solução de Implantação CMMI

Exemplos de Ferramentas de Implantação do CMMI-DEV e CMMI-SVC

  • Exemplo de Portfólio de Projetos no Redmine

    Projetos no Redmine

  • Exemplo de integração do Subversion com projeto do Redmine

    Subversion com Redmine

  • Exemplo de integração do componente de indicadores com projeto do Redmine

    Componente de Indicadores

  • Análise de risco de alcançar uma determinada produtividade usando simulação de Monte Carlo

    Análise de Risco

  • Análise da capacidade do processo usando técnicas de controle estatístico de processo com Minitab

    Análise de Capacidade

Benefícios com a Implantação Integrada do CMMI-DEV e CMMI-SVC

Nível 2

  • Visibilidade da situação dos projetos, demandas e solicitações de serviços
  • Cumprimento dos processos
  • Coleta automatizada de indicadores
  • Controle de mudanças em requisitos e documentos

Nível 3

  • Padronização dos processos
  • Maior capacitação das equipes
  • Implantação de metodologia de desenvolvimento de software
  • Maior eficácia na detecção e remoção de defeitos
  • Gerenciamento da capacidade das equipes
  • Controle na resolução e prevenção de incidentes

Nível 4

  • Controle do desempenho das equipes (produotividade, tempo médio de resolução de incidentes e solicitações de serviços etc)
  • Controle da qualidade dos processos, produtos e serviços (qtd de erros encontrados pelo cliente, qtd de interrupções d serviço etc)

Nível 5

  • Implantação de inovações nos processos, produtos e serviços
  • Melhora no desempenho das equipes
  • Melhora na qualidade dos processos, produtos e serviços

Diferenciais do CMMI-DEV e CMMI-SVC

  • Compartilhamento de recursos (hardware, software e pessoas) na execução dos processos de desenvolvimento de software e serviços.
  • Redução do custo e prazo na implantação dos modelos CMMI-DEV e CMMI-SVC.
  • Avaliação conjunta do CMMI-DEV e CMMI-SVC.
  • Diferencial no mercado brasileiro.
  • Visibilidade no mercado internacional.

Perguntas Frequentes do CMMI

CMMs representam uma visão simplificada do mundo real. Focam na melhoria de processos de uma organização. Um CMM contém elementos essenciais de processos efetivos, além de descrever um caminho de melhoria evolutivo de um processo imaturo ad hoc para processos maduros disciplinados.

O primeiro CMM foi criado em 1995 pelo SEI para organizações de software. Ao longo dos anos, foram desenvolvidos CMMs para disciplinas específicas. O projeto CMM Integration® foi criado para tratar a questão de usar múltiplos CMMs.

O CMMI Framework fornece uma estrutura para produzir componentes de modelos CMMI, treinamento e avaliação. Para permitir o uso de múltiplos modelos, os componentes são classificados como comum para todos os modelos CMMI ou aplicáveis a um modelo específico. O material comum é denominado de “CMMI Model Foundation” ou “CMF”. Os componentes do CMF fazem parte de cada um dos modelos gerados pelo CMMI Framework. Esses componentes são combinados com materiais aplicáveis a uma área de interesse (por exemplo, aquisição, desenvolvimento, serviços) para produzir um modelo.

As Constelações do CMMI foram definidas como uma coleção de componentes CMMI usados para construir modelos, materiais de treinamento, e documentos relacionados às avaliações para uma área de interesse (por exemplo, aquisição, desenvolvimento, serviços). O modelo de constelação para Desenvolvimento é chamado de “CMMI for Development” ou “CMMI-DEV.”

As duas representações (contínua e estagiada) foram mantidas na v1.3.

Os focos principais das alterações foram os seguintes:

  • Níveis de Alta Maturidade.
  • Consistência entre “constelações”.
  • Simplificação das práticas genéricas.
  • O termo “produto de trabalho típico” (typical work product) foi renomeado para “exemplos de produto de trabalho” (example work product).
  • Foi removida a PA de REQM (Gerência de Requisitos) da categoria de Engenharia para a de Gerência de Projeto.
  • Foi feita uma revisão do Glossário (remoção de itens, revisão de termos e definições) e da Terminologia.
  • A versão 1.3 leva em consideração tópicos aplicados pela organização voltados a:
    • Métodos ágeis.
    • Satisfação do cliente.
    • Atributos de qualidade.
  • Foram feitas diversas mudanças em textos de práticas e modificações em conceitos relacionadas às áreas de processo.

Não. O CMMI define o “que” deve ser implementado e não o “como”. O CMMI sugere o uso de julgamento profissional e senso comum para interpretar o modelo para uma organização. As áreas de processo e práticas devem ser interpretadas usando conhecimento dos modelos CMMI, das restrições organizacionais e do ambiente de negócio.

Entre em Contato

Queremos entender o seu negócio. Que tal conversar com um consultor para descobrir a solução exata para o problema atual de sua empresa.

Obrigado! Seu contato foi enviado e retornaremos o mais breve possível.

+55 21 3283-8340
+55 21 99856-4426

Rua da Assembléia, 10, Sl. 2808, Centro
Rio de Janeiro, RJ, CEP: 20011-000